COMUNIDADES DE VIDA E ORAÇÃO - Vigiai, porque não sabeis a hora em que virá o Senhor (Mateus 24,42)
Documento sem título
 
Você está em: MENU PRINCIPAL / ARTIGOS / O FIM VEM




 
 
28/08/2012
O FIM VEM
Chegamos ao tempo do não mais tempo
 

Atenção! Chegamos ao tempo do não mais tempo, apenas extensão da infinita misericórdia. Os dias somem em poucos instantes, os sinais apocalípticos explodem aos milhares em todos os países do mundo. Sinais claríssimos de que se esgota a paciência de nosso Deus, e estamos no limiar da entrada do último remido. Infelizmente ainda muitos estão esperando estas coisas explodirem... Mas então será tarde. O desprezo aos sinais do Céu é um dos motivos da chegada do Grande Dia da Ira. De Deus não se escarnece! De Deus não se zomba! Deus não se desafia! O homem está passou já dos limites da iniquidade, dando lugar em sua alma para ser morada dos demônios. Terá então que experimentar por algum tempo - curto - como é o reino dos infernos! Sim, ainda aqui nesta terra!

Antes de continuarmos, vamos deixar algumas coisas muito claras. Deus não criou o planeta terra para ser destruído pela ganância dos maus. Ele não criou o homem para ser regido pelas leis do demônio. Ele não criou a humanidade para ser escrava da besta. Ele não fundou uma Igreja para ser comandada por Lúcifer. Ele não criou o Papado para ser dominado pelos espíritos das trevas. Deus não mandou seu Filho aqui para morrer por nós, e no fim permitir que o anticristo usurpe o título de redentor! Nada disso então se completará! Ele criou a terra para ser nosso paraíso, então voltará a ser! Ele criou o homem para amá-lo e adorá-lo, então acontecerá! Ele criou os homens e lhes deu a condição de filhos, então o seremos de fato! Ele criou sua Igreja para nos levar ao Céu, então esta Igreja vencerá! E o nosso Supremo e Eterno Rei é Jesus, então a Ele a Glória e o Louvor para sempre. Mas isso tudo só acontecerá quando Deus colocar todos os inimigos aos pés de Seu Filho. Então todos os maus terão um fim!

Por isso eis o que está em Ezequiel 7, 1 A palavra do Senhor foi-me dirigida nestes termos: 2 filho do homem, oráculo do Senhor à terra de Israel: eis o fim. O fim vem para todos os quatro cantos da terra. 3 Chegou o fim para ti, vou desencadear contra ti a minha cólera, vou julgar-te de acordo com o teu procedimento e fazer cair sobre ti o peso de todas as tuas práticas abomináveis. 4 Não te tomarei em consideração, serei sem complacência, pedirei conta de teu proceder, e todos os teus horrores serão manifestos no teu meio. Então sabereis que sou eu o Senhor. Acaso não é hoje que o homem arrogantemente afronta Deus e ainda ousa apoiar-se no Senhor, dizendo: Não é verdade que o Senhor está no meio de nós? A desgraça não nos atingirá! (Miquéias 3)

Ezequiel continua implacável em 7, 5 Eis o que diz o Senhor Javé: uma desgraça única! Eis que irá suceder: uma desgraça! 6 O fim se avizinha, o fim se aproxima, ele desperta para cair sobre ti; ei-lo! 7 Tua vez é chegada, habitante da terra! É vindo o momento, o dia está próximo; não há mais alegria sobre as montanhas; é o pânico. 8 Vou em breve desencadear o meu furor contra ti, fartar a minha cólera, julgar-te segundo o teu proceder; farei cair sobre ti o peso das tuas abominações. 9 Não te tomarei em consideração, serei implacável, pedirei conta de teu proceder, e todos os teus horrores serão manifestos no teu meio. Então sabereis que sou eu o Senhor que fere. Acaso não é hoje o tempo de Babilônia, a Grande, a mãe da prostituição e das abominações da terra (Ap 17, 5)

E continua clamando por justiça em 7, 10 Eis o dia! Ei-lo que chega. Tua vez chegou. A vara floriu o orgulho produziu seus frutos! 11 a violência levantou-se com um cetro de impiedade: isso não vem deles, nem da multidão, nem da sua tropa, nem da sua magnificência. 12 Chegou o tempo o dia se aproxima! E ele vem como um turbilhão provocado pelo Todo-poderoso. Pois assim está escrito em Isaías 13, 9 Eis que virá o dia do Senhor, dia implacável, de furor e de cólera ardente, para reduzir a terra a um deserto, e dela exterminar os pecadores. 10 Nem as estrelas do céu, nem suas constelações brilhantes, farão resplandecer sua luz; o sol se obscurecerá desde o nascer, e a lua já não enviará sua luz. 11 Punirei o mundo por seus crimes, e os pecadores por suas maldades. Abaterei o orgulho dos arrogantes e humilharei a pretensão dos tiranos.

Para as pessoas que acompanham diariamente os acontecimentos, e têm as antenas ligadas aos sinais do fim é assustador perceber o processo galopante encetado pelos exércitos do mal. Se você buscar estas notícias em sites confiáveis as notícias não manipuladas, não distorcidas propositadamente para iludir o povo, nem notícias plantadas para desviar a atenção do foco principal, facilmente encontrará palavras que indicam rapidez, algo explosivo, coisa que poderá levar o mundo ao caos em poucos dias, ou semanas. Por outro lado, vendo a ousadia dos maus, a insanidade dos inimigos de Deus, e forma descarada como lançam suas proposições, não resta dúvidas de que todas as palavras duras dos textos acima - implacável - furor - cólera ardente - extermínio - escuridão - tempestade - terra deserta - pânico - horror - chega o fim - indicam exatamente o processo de extermínio dos pecadores e dos tiranos.

Fico então com uma palavra que parece pequena neste texto profético: Abaterei o orgulho dos arrogantes e humilharei a pretensão dos tiranos! Especialmente nos interessa este exterminar a “pretensão dos tiranos”. Ela nos indica que a imensa maioria das pretensões dos tiranos da Besta que hoje regem o planeta terá um esmagamento de tal monta, que será sepultado exatamente pelo orgulho dos que o projetaram. Este processo destrutivo está em vias de ter seu curso de fúria. Ontem eu recebi o e-mail de uma pessoa que de fonte segura me informou que a fera pretende instituir um “feriado bancário mundial”, de uma semana, em tempo de ajustar seus programas de extorsão financeira, a fim de colocarem no pescoço da humanidade o garrote final, rumo ao chip escravizante. Vejo, porém, que até isso pode ser prejudicado, tendo em vista uma próxima sucessão de fatos galopantes.

Nos últimos dias as notícias econômicas veiculadas em todos os quadrantes do mundo falam em catástrofe, explosão, falência mundial, colapso global, porque estamos numa tal de “bolha financeira”. Ou seja, a besta criou uma dívida artificial e artificiosa, impagável porque insana, e como não consegue mais acionar os governos para que estes socorram os bancos - porque os bancos estão falidos por causa dos governos falidos - e como esta tal de bolha sempre aumenta e nunca diminui então os grandes financistas apostam no colapso mundial, ardilosamente preparado por eles mesmos, a fim de curvar os governos diante do inexorável e tirânico governo do anticristo. Isso quando nenhum governo é obrigado a socorrer bancos - mas a besta que manda nos governos fez crer nisso, sob a ameaça de falência da própria nação - pois se o banco explodir a nação continua. E mais forte! O governo da Islândia provou isso para o mundo inteiro na crise, mandando que os bancos se danassem, e a nação saiu fortalecida!

         Nos dois artigos anteriores - Tumulto das Nações e A Reviravolta, os quais eu pediria que relessem com calma, porque ainda no último cenáculo aqui Nossa Senhora os confirmou - eu já coloquei algumas coisas que nos levam a entender melhor como se cumpre o plano de Deus e as profecias. Sim, as bíblicas e as atuais! Mas todos os dias nos chegam novas notícias que se bem filtradas nos apresentam um quadro cada dia mais negro, até porque mesmo os jornalistas ateus sentem que as coisas não estão normais, nem vão bem. Infelizmente, aqui no Brasil, nosso povo cego se acostumou a fartar-se do self-service da besta TV, espalhado pela mídia corrompida e tendenciosa, de modo que cai no engano de achar que tudo continua normal. Por exemplo, aqui a TV faz apoiar os rebeldes na questão da Síria, quando este é exatamente o caminho da desgraça daquele povo. Como foi no Egito e na Líbia.

Como tenho colocado sempre é preciso que olhemos para o Norte, porque é de lá que vem a desgraça, e é lá que ela está acontecendo. Eis o que está em Jeremias 1, 14 Disse-me o Senhor: É do norte que vai transbordar a desgraça sobre todos os habitantes da terra. 15 Pois vou convocar todos os povos dos reinos do norte - oráculo do Senhor. Eles virão, e cada um estabelecerá seu sólio diante das portas de Jerusalém, em torno de suas muralhas, e de todas as cidades de Judá. 16 Eu os condenarei pelos males que cometeram, por me haverem abandonado, ofertando incenso a outros deuses e adorando a obra de suas mãos. Muitos confundem este texto como o cerco romano sobre Jerusalém terminado em 67 DC, mas é engano, porque não se trata aqui de “um só povo, o romano”, mas de uma coalisão de povos, que tentará destruir Jerusalém e exterminar o povo judeu. O anticristo hoje prepara isso!

Como está em Ezequiel 38, 17 Eis o que diz o Senhor Javé: tu és aquele de quem falei outrora por intermédio dos meus servidores, os profetas de Israel, que, naquele tempo, durante anos, predisseram que eu te enviaria contra eles. 18 Naquele dia futuro, o dia em que Gog penetrar no solo de Israel - oráculo do Senhor Javé -, o furor me subirá ao nariz. 19 Na explosão de meu ciúme e na exasperação de minha raiva, eu o afirmo, naquele dia, eu o juro, haverá terrível abalo na terra de Israel. 20 É minha vista, tremerão de pavor os peixes do mar e os pássaros do céu, os animais dos campos e os répteis que se movem pela terra, assim como todos os homens que vivem na crosta terrestre. As montanhas desmoronar-se-ão, os rochedos cairão e todas as muralhas serão derrubadas por terra. 21 Chamarei contra Gog toda espécie de terríveis flagelos - oráculo do Senhor Javé. Cada qual voltará a espada contra seu companheiro. 22 Farei sua condenação com a peste mortífera, farei chover sobre ele, suas tropas e sobre as hordas que o acompanham um aguaceiro, saraiva, fogo e enxofre. 23 É assim que manifestarei a minha glória e a minha santidade, revelando-me aos olhos de inúmeras nações, a fim de que saibam que eu sou o Senhor.

Na realidade, como se pode perceber nas notícias, a imensa maioria das desgraças que acontecem hoje, em todo mundo, se dá hoje no Hemisfério Norte do Planeta, que está sendo assolado por todo tipo de desgraças. Diariamente é possível colocar textos, apenas com os títulos das manchetes de reportagens, porque lá se alastra a fome, fruto das secas jamais vistas em alguns lugares, e de chuvas torrenciais em outros, que dizimam as colheitas e espalham fomes e pestes. A cada dia doenças novas criadas em laboratório a todo o momento novos desastres. Tudo isso é fruto de desequilíbrios causados pela ação humana, de processos destrutivos desencadeados pela besta insana do lucro e pelos infernos que a comandam e sobre ela dominam. São coisas que acabarão por voltar-se contra eles mesmos, destruindo em poucos dias tudo aquilo que intentaram. Praticamente nada será cumprido!

Assim é preciso “garimpar” com cuidado para não cair na armadilha das notícias plantadas, que visam apenas desviar o foco das atenções das pessoas, enquanto por trás a besta vai impondo suas leis. O exemplo vem das notícias dos Estados Unidos, que insistem na eminência de algum cataclismo solar, que levaria o caos ao mundo, isso quando o sentido deles é desviar a atenção dos americanos, para o fato de que o governo daquela nação a está lhes preparando um verdadeiro holocausto. Nunca algum governo deles investiu tanto na compra de balas e armas, não para uso em guerras externas, mas sim para agir contra as populações. Nunca um governo se municiou tanto de leis de força, que dão poderes de vida e morte ao presidente, como agora está acontecendo.

De fato, tudo leva a entender que eles se preparam para a imposição da Lei Marcial, que permite a prisão de qualquer pessoa sem motivo algum, permite o assassinato frio a qualquer pretexto, que retira dos cidadãos todos os direitos e as garantias individuais e constitucionais, e permite ao governo exercer um poder ditatorial supremo, sem que ele pague por seus delitos, mesmo errando. Notícias da última semana nos alertam de que além dos milhares de caixões funerários, capazes de conter milhões de pessoas já estão esperando pela guerra civil que se dará caso o governo resolva mesmo aplicar a lei marcial, ainda anunciam que este mesmo governo comprou 300 mil guilhotinas para decapitar todo e qualquer cidadão, dos Estados Unidos e da Europa, que se revolte contra a Nova Ordem Mundial. Daí se tira a carnificina que espera aqueles povos, caso o inimigo tenha tempo de completar seu projeto. E isso nos leva a necessidade urgente de uma ação divina. Sim, permitindo que eles se enforquem a si mesmos!

De certa forma, liderados por Bill e Melinda Gates, em todo mundo tem se aliado poderosas fundações e malignos governos, para exterminar as pessoas e reduzir a humanidade a um punhado de escravos. Não bastassem as vacinas que - conforme palestra proferida por Bill Gates - são usadas para matar as pessoas, esterilizar meninos e meninas e eliminar os mais fracos, também eles programam a guerra mundial, que visa eliminar 1/3 da população mundial, e isso acontecerá porque está na Bíblia, em Apocalipse 9, 15 Então foram soltos os quatro Anjos que se conservavam preparados para a hora, o dia, o mês e o ano da matança da terça parte dos homens... 16 O número de soldados desta cavalaria era de duzentos milhões. Eu ouvi o seu número. Vejam que a palavra fala em hora, dia e mês de um ano futuro, o que significa algo violentíssimo que não precisa de mais de uma semana para tudo cumprir.

Esta passagem tem a ver com o mesmo indicativo que coloquei acima do livro de Jeremias que trata do ajuntamento das nações que se atirarão sobre Israel, como está também em Zacarias 14, e Ezequiel 38, quando o próprio Deus tomará a defesa de seu povo, dizimando os exércitos inimigos. Que tomem isso como aviso: Israel jamais será destruído, ainda que todo o mundo se atire contra ele, e com todas as armas que dispuser. Nem que todos os arsenais nucleares do planeta sejam despejados ali, ainda assim tudo o que for feito neste sentido, voltará em dobro sobre quem o destinou. Vejam que nesta semana Israel tentou forçar o presidente Obama e se declarar favorável a um ataque de Israel contra o Irã, que todos os dias os ameaçam de extermínio e que em todo mundo promove campanhas pela extinção de Israel, a ser dada sua terra aos palestinos. Basta ler as Escrituras e nelas se encontram dezenas de menções sobre a proteção que Deus proporcionará ao seu povo.

Na realidade são centenas de fatores que se armam aos poucos, e que uma vez encadeados deverão provocar neste planeta o maior dos cataclismos. Uma das coisas que mais tem sido veiculada nestas últimas semanas é em relação à nossa Igreja Católica e a perseguição ao Santo Padre. Nos últimos dias surgiu na Europa e em alguns países um movimento diabólico, um novo “Tribunal” com sede em Bruxelas - a sede principal da besta - que tende a se expandir como rastilho, declarando verdadeira guerra contra a Igreja e contra alguns países e entidades cujo perfil de condenação ao homossexualismo praticante eles consideram algo insuportável. O Santo Padre é ameaçado de morte, e todo aquele que não se comprometer a auxiliá-los na divulgação desta demoníaca campanha pode ser morto. É inenarrável o cinismo desta gente. É brutal o seu ódio. Na realidade, nós só podemos rir desta iniciativa e dizer: Pai perdoe-os porque eles não sabem o que fazem! Nada mais que o esgar de morte do diabo!

Percebemos que o inimigo escolheu seus governantes, do que chamo de demoniocracias, porque tem por princípio escolher celerados, bandidos e corruptos como governantes, entretanto é este o sistema que impera em todo mundo. Dizem que a Grécia deu ao mundo o grande legado da democracia, entretanto já escrevi em artigos bem antigos, que hoje ela é castigada justamente porque, além de ter rejeitado Deus lá no início por São Paulo, ainda ter dado ao mundo este sistema corrupto, que se rege pela propina, pelo interesse de grupos econômicos, pelos lucros do sistema bancário, e pela exploração do povo alimentado de esperanças e promessas, enquanto uma corrompida claque dominante usufrui do tesouro da nação como fosse a carteira dos bandidos.

Eis o resultado da democracia, que hoje reina em todo mundo. Eis como os governos da terra, em sua imensa maioria, foram ciosamente escolhidos e preparados pelos dominadores, para serem dóceis ao seu comando. Eles obedecem porque estão amarrados por acordos, comprados por propinas vultosas, que são depositadas nos bancos de “paraísos fiscais”, e são obrigados assim a impor as leis do anticristo, como as que versam sobre o aborto, sobre a eutanásia, sobre o pecado gay, e sobre tudo aquilo que afronte a lei divina. Neste caso, a democracia se firma no direito dos que a compram e dos que manipulam os governantes corrompidos. Então os tão propalados “direitos humanos” são afrontados pela legislação impositiva, por regras menores que afrontam princípios constitucionais, o que leva a um estado totalitário, a uma ditadura, à truculência. Eis o comunismo, que já vivemos no Brasil!

Aqui temos o caso do aborto que é negado por 90% dos brasileiros, entretanto através de mentiras estatísticas e de firulas verbais eles tentam emplacar o “aborto seguro” e “direitos reprodutivos”. Também a imensa maioria do nosso povo considera pecado a prática do homossexualismo, entretanto, em nome de um falso conceito de “homofobia”, eles tentam de todas as formas, penalizar quem sequer critique esta prática. Neste caso temos dois pesos e duas medidas: se alguém quer ter seu direito preservado, deve respeitar o do outro. Se eu penalizo quem se revolta contra este comportamento estéril devo penalizar também quem defende esta prática que eu contrario. Não existe simplesmente um só argumento legal e válido que deva punir o sacerdote ou o pastor que combate uma prática pecaminosa, quando existe neste país a liberdade de culto, e a liberdade de expressão. Tem que valer exatamente para os dois lados o mesmo princípio. Só o diabo tem por santo aquilo que é torpe.

Neste sentido - na questão do pecado - se percebe que a grande batalha do mundo podre atual é contra a Igreja Católica em especial, e contra toda e qualquer governo, religião ou seita que não aprove o pecado. Tudo isso nos faz perceber a presença cada vez mais ostensiva do governo de satanás, e uma prova de que o anticristo, de fato, já comanda a maioria dos governos da terra. É dele que parte, já desde muitos anos, esta pressão para que todos os parlamentos mundiais se apliquem em aprovar as leis da devassidão, a pretexto de um estado laico e divorciado de todo e qualquer princípio das Leis Eternas e divinas. Infelizmente, a cada dia aumenta mais o exército daqueles que capitulam ante estas nefastas imposições, e aumenta o número dos pagãos e dos adoradores de satã.

Entretanto, a verdadeira Igreja jamais irá capitular diante das exigências legais de um estado podre, corrupto, ordinário e ladrão. A Igreja jamais irá abdicar de seu direito divino de combater o pecado em todas as frentes e fontes, e a denunciar a injustiça onde quer que ela aconteça. A Igreja jamais irá abdicar de sua obrigação de seguir com fidelidade os ensinamentos de Jesus Cristo, e de cumprir sua missão inarredável da salvação das almas. Nossa Igreja, jamais deixará de lutar para que a educação dos filhos esteja a cargo dos pais, e nunca aceitará que eles devam ser educados nos moldes de um estado paganizado, e por um mundo podre, corruptor e corrompido pelo pecado. Porque se um dia esta mesma Igreja cedesse aos baixos instintos destes governos da imundície, questão de poucos meses o mundo estaria engolfado no sangue e voltado para a barbárie antiga. Quando o mundo chega a se orgulhar da sodomia, é sinal de que está muito próximo o dia em que mais uma vez choverá fogo dos Céus.

Li noutro dia uma frase atribuída ao pregador americano Billy Graham, onde ele dizia: se Deus não castigar os Estados Unidos, terá de pedir desculpas a Sodoma! De fato, Deus não castiga ninguém! Ele está deixando ainda, o mundo livre para seguir o curso que a humanidade deseja dar a ele. Os princípios régios e pétreos da divina lei estão impressos profundamente na alma de todos os seres inteligentes criados por Deus. Também estão gravados na mesma condição os castigos que sobrevêm a todos aqueles que afrontam estes princípios eternos. O homem sabe muito bem que nenhum crime ficará impune: se a justiça humana não o alcançar, da divina ele não escapa. Assim se o homem prefere, intencionalmente, ignorar tudo isso, terá que arcar com as consequências de seus atos. E como o acúmulo destas afrontas já atingiu o limite último da paciência infinita, estamos em vias de ver esgotarem-se os últimos efeitos benéficos da divina misericórdia. Não tenham dúvida de que a Justiça está prestes a chegar!

De fato, qualquer ouvido atento, qualquer olho bem focado, qualquer coração bem ligado nas coisas de Deus, percebe, já não tão longe, certo estrondo que parte da grande tempestade. Já coloquei aqui sobre um passarinho que temos em nossa região, que consegue antecipar uma tempestade, muito tempo antes de o homem atinar com ela. Isso porque ele está mais ligado em Deus do que a maior parte da humanidade. Da mesma forma se pode dizer que há pessoas que percebem esta tempestade, e que, embora sendo poucas, hoje lutam para alertar o mundo para a iminência do entornamento do cálice da divina ira, quando os efeitos negativos somados atingirão o clímax, e isso romperá nosso “cinto de segurança” - a misericórdia divina - que ainda agora detém todos estes acontecimentos.

Estamos em vias de conhecer todos os últimos segredos de Deus, porque está dito que nada ficará escondido sem ser revelado. Há na Bíblia mais de 300 versículos que tratam dos acontecimentos finais deste mundo - falo deste mundo de podridão, não do fim do planeta nem do fim da raça humana - e que num dado momento irromperão todos em um só frenesi. A tampa da panela de pressão que retém esta explosão de acontecimentos horrendos está prestes a ceder, e já não haverá força humana que a detenha. O sinal será dado pela saída de Pedro, e a saída de Pedro faz caminhar imediatamente para a guerra, porque a saída de Pedro aciona o gatilho das catástrofes. No momento em que, antes de sair, ele traçar, com seu cajado de Pastor, uma Cruz no ar, estará dado o sinal para que os quatro anjos, os que controlam os quatro elementos da natureza sejam soltos. E tudo se cumprirá rapidamente! Podem ter certeza absoluta de que Deus não suportará por muito tempo o diabo sentado na cadeira de Pedro! Quem sabe isso não vá além de um único dia! E tudo isso é próximo!

Há mensageiros de outros países falando que esta fuga de Pedro pode se dar já a partir de meados do próximo mês de setembro, mas aqui no Movimento não temos data para esta saída, até porque foi esta uma das perguntas que a Mãe não pode responder, entre as setenta que fiz para o Livro A Caminho do Fim. Existe um site, que não é nosso, nem sobre ele temos qualquer responsabilidade, que mantém ativo um contador regressivo que aponta para o dia do Juízo Fanal, mas também sobre isso não temos data anunciada, embora já conhecida e não bate com aquela. De qualquer forma, sem nos fixarmos em datas, mas nos ligando em “tempos” se torna fácil perceber que “diante do avanço da iniquidade” e da apostasia, nós efetivamente estamos em vias de presenciar o caos.

Naturalmente que uma coisa puxará a outra. A um simples sinal de guerra toda a economia mundial, já a beira do colapso, entrará em estertor de cataclismo. Hoje vemos que os grandes magnatas financeiros, estão mudando seu padrão de investimentos, dos títulos e papéis para o ouro. O preço deste metal está elevado, acima do normal, devido a intensa procura. Há nações com falta de ouro porque os estoques estão migrando rapidamente para os cofres dos escroques planetários. Ontem uma reportagem dizia que a China quer adquirir de 6 a 7 mil toneladas de ouro, para completar seus já inigualáveis estoques. A economia mundial está na beira da loucura!

Então a palavra para os próximos dias continua em Ezequiel 7, 13 O vendedor não recuperará o que houver vendido, mesmo que esteja vivo, porque a visão contra toda a multidão não será revogada, e ninguém terá força de proteger a si mesmo, devido a seu pecado. 14 Soa a trombeta; está tudo pronto; mas ninguém marcha para o combate, porque o meu furor se desencadeia sobre toda a multidão. 15 Fora, a espada; dentro, a peste e a fome. Quem estiver no campo perecerá pela espada; o que se encontrar na cidade será devorado pela peste e pela fome. 16 Se alguns chegarem a se refugiar nas montanhas, gemerão como as pombas dos vales, cada qual por causa do seu pecado. 17 Todas as mãos cairão (desalentadas), todos os joelhos tremerão. 18 Revestir-se-ão de saco e tremerão como varas verdes! Tudo se irá desintegrar na economia mundial e TODOS nós perderemos TUDO. Sim, TUDO!

Eis o que acontecerá com todo o seu ídolo o dinheiro, suas riquezas, seu ouro: 19 Deitarão o dinheiro às ruas, seu ouro será como imundície; sua prata e seu ouro não poderão salvá-los no dia da cólera do Senhor. Não saberão eles nem comer à vontade nem encher o ventre, porque é lá que os farei cair no pecado. 20 Punham seu orgulho na beleza das suas joias; fabricavam seus ídolos abomináveis; por isso farei deles objetos de repugnância. Como já mais vezes eu falei, haverá ouro, mas não haverá comida, e será que então estes governantes e empresários do mal hão de trocar sua montanha de ouro por um simples prato de comida, se isso significar para eles a diferença entre viver mais um pouco, em esticar mais alguns dias sua vida miserável, ou arrastar-se como um verme dentro das trevas. Porque então para eles haverá somente guerra e trevas, não mais luz e nem paz.

Nós colocamos então toda esperança naquilo que está escrito no capítulo 11 do Livro do Apocalipse de São João. Uma vez Jesus já falou ao povo que Elias tinha vindo, mas o povo não havia acreditado. Também São João fala das duas testemunhas - Moisés e Elias, simbolizando a Palavra e a Profecia - que seriam calcadas aos pés durante algum tempo. Somente Deus sabe em que dia isso começou, mas com certeza vemos os sinais de que está por terminar. Nunca como nos últimos tempos a Palavra de Deus foi tão repulsivamente distorcida pelos maus teólogos, e assim aplicada pelos maus sacerdotes, especialmente devido a tremenda desobediência, já quase generalizada quanto a tudo aquilo que vem do Santo Padre. Jamais, também houve um combate tão acirrado, até mesmo por forças de dentro da Igreja, contra os profetas atuais, as trombetas que anunciam a chegada do fim.

Eis o que escreveu São João em Apocalipse 11, 1 Foi-me dada uma vara semelhante a uma vara de agrimensor, e disseram-me: Levanta-te! Mede o templo de Deus e o altar com seus adoradores. 2 O átrio fora do templo, porém, deixa-o de lado e não o meças: foi dado aos gentios, que hão de calcar aos pés a Cidade Santa por quarenta e dois meses. 3 Mas incumbirei às minhas duas testemunhas, vestidas de saco, de profetizarem por mil duzentos e sessenta dias. 4 São eles as duas oliveiras e os dois candelabros que se mantêm diante do Senhor da terra. 5 Se alguém lhes quiser causar dano, sairá fogo de suas bocas e devorará os inimigos. Com efeito, se alguém os quiser ferir, cumpre que assim seja morto. 6 Esses homens têm o poder de fechar o céu para que não caia chuva durante os dias de sua profecia; têm poder sobre as águas, para transformá-las em sangue, e de ferir a terra, sempre que quiserem, com toda sorte de flagelos.

Ora, tudo isso tem se cumprido nos últimos anos. Flagelos é que não faltam! Deus tem dado tempo aos seus adoradores para que formem este exército capaz de enfrentar a batalha final. Guiados por Jesus e Maria - Jesus a Palavra Eterna, e Maria a profetiza dos tempos finais - aos poucos um pequeno, mas fiel e aguerrido exército se forma em contraponto ao temível e assustador exército inimigo, dono do poder, dos exércitos mortíferos, dos depósitos de ouro e diamantes, dos comandos governamentais das nações, da força destruidora de suas bombas e canhões e armas químicas e biológicas. Por hora este exército do mal tem calcado aos pés a Igreja de Cristo, tem tramado contra ela, tem feito planos de destruir a Eucaristia e a Santa Missa, e tem até cooptado um exército de inimigos infiltrados dentro dela. Eles, de fato, calcam tudo aos pés, ainda e por hora, mas para eles o fim vem.

E por qual motivo chegamos ao ponto de ver nossa Igreja sendo calcada aos pés pelos inimigos? Primeiro por falta de oração de todos! Segundo por causa do descaso dos pastores! Terceiro pela má formação dos sacerdotes! Quarto pela má catequese administrada nas paróquias! Quinto pela desobediência quase geral do clero ao Santo Padre e aos documentos da Igreja. Sexto pela falta de verdadeiros santos na Igreja, pela falta de mártires de grande porte, destes capazes de comover e arrastar multidões. Quantos são hoje entre os mais de 400 mil sacerdotes aqueles que estão dispostos a dar sua vida pela Igreja? Quantos se sentem tocados a misturar seu sangue ao de Jesus para que se complete a redenção? Eis porque tão poucos precisam carregar a cruz de milhares. E mesmo assim a vitória virá, porque vejam o que acontecerá quando se completar o número dos eleitos (Ap 6, 11)...

Apocalipse 11, 7 Mas, depois de terem terminado integralmente o seu testemunho, a Fera que sobe do abismo lhes fará guerra, os vencerá e os matará. 8 Seus cadáveres (jazerão) na rua da grande cidade que se chama espiritualmente Sodoma e Egito (onde o seu Senhor foi crucificado). 9 Muitos dentre os povos, tribos, línguas e nações virão para vê-los por três dias e meio, e não permitirão que sejam sepultados. 10 Os habitantes da terra alegrar-se-ão por causa deles, felicitar-se-ão mutuamente e mandarão presentes uns aos outros, porque esses dois profetas tinham sido seu tormento. 11 Mas, depois de três dias e meio, um sopro de vida, vindo de Deus, os penetrou. Puseram-se de pé e grande terror caiu sobre aqueles que os viam.    

Ou seja: chegamos ao tempo em que para muitos tudo parece perdido, quando a Palavra de Deus tem sido feito causa de condenação para os justos, e quando os profetas têm sido sufocados e mortos. Naturalmente que este sentido de “morte” é apenas espiritual, que parte do estertor do demônio tentando sufocar a voz de Deus. Mas quando a fera achar que finalmente calou esta voz, subitamente um sopro vindo da parte do Altíssimo irá provocar uma tremenda reviravolta em todo este projeto. Este sopro é sem dúvida o Grande Aviso que será dado por Deus a todas as criaturas inteligentes, num momento que poderá ser tido com supremo para toda a humanidade, quem sabe somente será suplantado pelo próprio Juízo Final. E, naturalmente, se o Aviso interromperá a os projetos do anticristo, também muita coisa predita para acontecer conosco, com os 72, não será mais necessária. É por isso que Deus tem pedido tanto que invistamos triplamente nas orações. Elas podem mudar todo o curso do mundo!

Sim o terror se abaterá sobre todos os que afrontam Deus. Meu coração se enche de uma euforia incontida, vendo como as coisas podem acontecer muito diferentes do que imaginávamos. Só precisamos entender que no FINAL, tudo será como está na Bíblia. O que não consta dela, que for programado pela besta, ou imaginado pelos homens, isso ficará pelo caminho, será esmagado e deitado ao pó como lixo. O primeiro aviso aos sacerdotes deve provocar uma reviravolta incrível já de saída, acredito nisso piamente. Depois dele o aviso geral para todos, completará o ciclo das conversões, porque até mesmo os maus governantes deste mundo, servos do anticristo poderão se converter ali, falo de todos eles. E eles e seus comandados, que já não mais obedecerão à fera e sim se voltarão para Deus. Será tremenda amostra do poder do Pai, porque somente os mais embrutecidos continuarão em seu mau caminho, depois de terem visto, ainda que por um lampejo, a face do Deus Altíssimo.

O incrível é perceber que nossa oração pode resolver tudo isso. Haverá sim a destruição definitiva do império dos maus, mas aqui entra uma coisa absolutamente fantástica e é isso que nos deve animar: a possibilidade da salvação de quase todas as almas, mesmo as mais renegadas. Tirá-las das garras de satanás dá prêmio eterno! Numa das mensagens proféticas que li dias atrás, o Pai falava que neste final dos tempos nós ficaríamos boquiabertos ante a salvação de algumas almas renegadas. Noutra, estava dito que será tão forte esta atuação do amor de Deus, que até mesmo serão salvos muitos que nem querem. Nossas preces podem conseguir isso. E é preciso que assim seja, para que em definitivo Lúcifer entenda que ele é nada diante do seu Criador, diante do Amor, e isso lhe esmagará a cabeça, eis que sua derrota lhe adveio pela força humana, de Maria no comando dos seus servos fiéis e orantes.

Claro que sofreremos muito ainda, vendo a destruição deste planeta, a derrocada desta civilização, o fim de nossas cidades. Tudo aquilo que os profetas falaram sobre o Dia do Senhor acontecerá. Claro então que haverá dor e muito sangue, se ¾ partes da humanidade desaparecerem em poucos dias. Claro que o esfacelar o planeta em mil pedaços haverá de causar muita angustia. Mas até estes que se forem no fim irão agradecer a Deus, por havê-los dado esta chance de salvação, pois estavam às portas da morte, e tê-los livrado da dor. E os bilhões que sofrem perseguições, fome, doenças, tristezas, dores, angustias, desesperos, solidão, separações, falta de amor, desunião, ódios, perseguições, injustiças sobre injustiças e tantas outras manifestações do mal, se sentirão felizes por estarem com Deus, e ninguém achará que foram levados por castigo, mesmo que passem dores na hora da morte.

Percebam que estes males só aumentam no mundo de hoje. Então isso precisa ter um fim. E é este o fim que vem: fim do mal! Mas não para nosso desespero, e sim nossa alegria! Digo para os amigos leitores, e digo isso de todo coração, que sempre, desde criança eu tive um desejo ardente de ficar por um tempo na Nova Terra, e quando menino eu sempre tinha na cabeça que viveria 150 anos. Mas eu trocaria todo este desejo ardente de ficar aqui ainda por um tempo, e aceitaria de bom grado ir para o Céu morrendo agora e não ficar aqui, para ver a alegria em que viverão os que permanecerem na terra. Porque saberia então que toda esta insana luta que temos tido contra os infernos revoltos, resultará numa vitória dos filhos e filhas de Deus, para uma eternidade sem fim de alegrias. E isso nos deve alegrar desde agora.

Sim, é como está em Lucas 21, 28 Quando começarem a acontecer estas coisas, reanimai-vos e levantai as vossas cabeças; porque se aproxima a vossa libertação. Do mais profundo do meu coração eu digo: vendo hoje o sofrimento por que passam praticamente 2/3 da humanidade, vendo a fome matando na África e já na Europa e nos EUA, vendo as doenças sendo criadas e espalhadas no planeta para matar, vendo todos estes meios de morte postos em ação pelo inferno para destruir a vida humana, eu só posso pensar que o maior ato da misericórdia divina, nem se dá no eliminar da terra os malditos, e sim em acabar com os sofrimentos destes povos. Se depois de sete mil anos tantos sofrem ainda, sem um BASTA da parte de Deus, sinto que jamais chegaríamos a um mundo de paz.

Esta libertação que Jesus nos apresenta, contempla também levar para o Céu TODOS os que sofrem, ali serão felizes para sempre. E lá eles serão também felizes vendo a alegria que acontecerá em todo o planeta com os que ficam. Mas sem este grande aviso, e o Castigo natural que lhe segue, nunca acontecerá o Grande Milagre, que julgo não ser outro que a salvação eterna da imensa maioria da humanidade atual. Será uma explosão “violenta” do Amor Misericordioso de Deus, capaz de penetrar até nas almas mais embrutecidas, enternecer os corações mais duros, e até salvar muitos réprobos e renegados, que ao entenderem este mistério converter-se-ão em adoradores eternos. E nós nos devemos alegrar por eles, porque estavam já quase dentro do inferno e de lá foram sacados. E tudo por causa de um simples esforço de oração, de alguns poucos que realmente rezam, sofrem e se sacrificam pelas almas.

Sim, alegrai-vos, vós todos que estais preparados na alma, e livres dos petrechos deste mundo. Para estes a travessia do mar tempestuoso passará como um sopro. E se rezarmos o suficiente, sobrarão poucos para chorar e lamentar. O que nos espera adiante é o Reino do Amor, aqui nesta terra, para alegria do nosso Deus e nossa. Assim não é tempo agora de pensar no que aconteceu, nem questionar sobre o que falta, mas em rezar com amor, porque a oração mudará o curso da história deste final dos tempos. Não relaxemos na Anistia! Dele depende também a intensidade do AVISO. Quanto mais forte ele for, maior o número de almas remidas. Se tivéssemos a graça da conversão de todos, tudo seria resolvido em apenas um dia. (Aarão)


 
 
 

Artigo Visto: 1071 - Impresso: 34 - Enviado: 12
Ajude a manter a nossa obra de evangelização e o nosso site no ar, faça uma doação.

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão deste que sempre sejam citados a fonte www.cidadaosdoinfinito.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 185 - Total Visitas Únicas: 300450 - Usuários online: 29