COMUNIDADES DE VIDA E ORAÇÃO - Vigiai, porque não sabeis a hora em que virá o Senhor (Mateus 24,42)
Documento sem título
 




 
 
04/01/2012
O MENINO JESUS CHORA SANGUE
500 Milhões de abortos
 

O aborto é o super assassino da nossa geração

 

 
“Que de Muitos
Corações os
Pensamentos Sejam
Revelados”
 
 
O Menino Jesus na
manjedoura, de Teresa
Musco,
chorando sangue, choca
muita
gente! Um médico
observou:
“Parece um bebê
espancado!”
 
Muitos dirão que somente o aborto, com sua tremenda e extensa destruição de pobres inocentes. Somente o aborto clama por um terrível castigo para a raça humana. Há muitas pessoas, hoje, que ignorando o aborto em seu meio, clamam pela “paz” e portam bandeiras contra as armas nucleares. Madre Teresa de Calcutá disse com freqüência: “O aborto é o maior destruidor da paz...”
O aborto é o super-assassino da nossa geração!
Desde o fim da segunda guerra mundial, em 1945, no decorrer de todos estes anos, nem uma só pessoa morreu em conseqüência de uma bomba atômica! Mas no mesmo espaço de tempo, segundo avaliação conservadora, cerca de quinhentos milhões de inocentes foram assassinados pelas armas cruéis do aborto. Com estatísticas que avaliam em cerca de milhões de abortos somente nos Estados Unidos, e levando-se em conta os abortos não registrados e os anticoncepcionais que agem como abortivos, os Estados Unidos enfrentam a espantosa realidade. Mais de cinqüenta milhões de interrupções de vida inocente nesse período.
 
Acrescentando-se a isso os seres humanos que deixam de existir por causa de medidas anticoncepcionais, a consciência dos Estados Unidos leva a carga de bilhões de americanos não existentes clamando por vingança. Se há uma festa nas proximidades do Natal para os Santos Inocentes assassinados por Herodes, perguntamo-nos o que Deus proclamaria para essas centenas de milhões destruídos em desafio de Suas leis e de seus direitos???
 
“O pecado é a causa da Guerra”, disse Nossa Senhora, ou “a Guerra é o castigo do Pecado”. Não há nada mais dotado de “força nuclear” do que o PECADO. É simples assim. É tolice e blasfêmia clamar pela paz quando se clama também pelo “direito” ao aborto. Não vêem um imenso campo de batalha, que ultrapassa toda imaginação? Coberto de centenas de milhões de bebês assassinados? E não vêem outro campo de batalha, de justiça e reparação, onde os que desejavam a morte, que causaram a morte de tantos inocentes, encontrarão a morte que desejavam! Justiça poética! Ou, caso se aplique algum sistema moral, olho por olho, dente por dente!
 
Mas Deus é misericordioso, paciente com os pecadores. Maria ergue as mãos intercedendo, chora por eles lágrimas de sangue. Cristo sangra de novo na Sua Cruz, suplicando perdão por aqueles que o torturam com o mal e o pecado. Mas chega a hora em que o Juízo das Nações e o juízo dos impertinentes se realizará.
 
A única esperança para o mundo é a conversão, a contrição, o arrependimento, a oração, a genuína renovação cristã, a súplica do perdão, da misericórdia e da graça.
Mas se o mundo não responder aos pedidos de Maria em Fátima, em Mediugorie, e em várias partes do mundo! podemos esperar a destruição de nações inteiras. O castigo virá!
Isso lembra a guerra nuclear? Só podemos responder com uma força espiritual “nuclear” que iguale o mal e o detenha! As lágrimas de Maria e de Cristo suplicam “Não pequem!” Em vez disso, pratiquem a virtude e o bem. O amor e o sacrifício, cristãos. Conforme Maria disse recentemente:      “O Amor tudo vence!”
 
Ultimato final! O Menino Jesus na manjedoura, de Teresa Musco, chorando sangue, choca muita gente! Um médico observou: E disse! “Parece um bebê espancado!” E Teresa possuía outro Menino Jesus semelhante, coberto de sangue. Nos dias de hoje, Cristo sofre de novo a Sua Paixão na Igreja e no mundo. Mas é singular que se manifeste em Suas imagens desde a manjedoura até a Cruz.
Herodes voltou a Belém e a Mãe de Jesus exclama: “Oh, Vós que passais! Vinde ver se há dor igual à minha dor!”
 
Vimos Suas lágrimas do Canadá ao Golfo de México, de Chicago a Nova Orleans, de Nova Iorque a Califórnia, e em lugares distantes. Recentemente, em Mediugorie, Iugoslávia (vide livros de autores como Pe. Laurentin e Frei Pelletier), nas suas aparições bem comprovadas, Maria tornou a dizer: “O mundo está à beira de uma grande catástrofe!” O autor deste livro pensou em incluir uma relação de outros males além do aborto, para sublinhar a extensão do pecado no mundo. Contudo, cada qual pode elaborar numa lista baseada nas manchetes dos jornais e nos noticiários de televisão do dia ou da semana. Grande número de males repulsivos gira em torno do Sexto mandamento, por exemplo. Seus filhos estão “imersos nos prazeres da carne” - adultérios, fornicações (o chamado “sexo pré-matrimonial”, ou “extra-marital”!), homossexualismo, lesbianismo, incesto, bestialidade, prostituição masculina, feminina, infantil - pornografia, “saunas”, “salões de massagens”, etc. Sodoma e Gomorra de uma civilização pagã, chamada à destruição pelo fogo e o enxofre. E fazemos, ou fazíamos parte de uma civilização Cristã’ 



 
 
 

Artigo Visto: 905 - Impresso: 35 - Enviado: 25
Ajude a manter a nossa obra de evangelização e o nosso site no ar, faça uma doação.

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão deste que sempre sejam citados a fonte www.cidadaosdoinfinito.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 185 - Total Visitas Únicas: 300450 - Usuários online: 29