Cidadãos do Infinito




Retiros do Movimento Cidadãos do Infinito
  • Voltar





18/10/2021
17º RETIRO DA MILÍCIA DE SÃO MIGUEL - Tema: “CONHECENDO SÃO JOSÉ”
ORAÇÃO - INTERCESSAO - FORMAÇÃO - SILÊNCIO CAMINHO DA SANTIDADE: ORAÇÃO, JEJUM, PENITÊNCIA, ABSTINÊNCIA E HUMILDADE


 

25/09/2021

17º RETIRO DA MILÍCIA DE SÃO MIGUEL

 Tema: “CONHECENDO SÃO JOSÉ”

 

PROGRAMAÇÃO:

► 09:00 h - ORAÇÕES INICIAIS;

                   INTERCESSÃO PODEROSA DE SÃO JOSÉ;

                   MISTÉRIOS GOZOSOS.


"Neste dia de espiritualidade, Deus quer nos mostrar a Sua Força e o Seu Amor. Deus quer hoje nos FORMAR NO AMOR E NA GRAÇA para a batalha que chega! E nos levar a viver momentos de interiorização e de descoberta com São José"!


► 09:40 h - 1º TEMA - CONHECENDO SÃO JOSÉ e O DEUS DO IMPOSSÍVEL - Vídeo.

► 10:00 h – 2º TEMA – O CORAÇÃO DO PAI – Ruy José Kaercher.

                     OFÍCIO DA IMACULADA CONCEIÇÃO.

► 11:15 h – 3º TEMA – A GRANDE MISSÃO DE SÃO JOSÉ – Ana Lúcia Schwerz.

                     Oração - ÂNGELUS EM HONRA DE SÃO JOSÉ e ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO BOM PARTO.

12:00 h – LANCHE – DESCANSO - CAMINHADA – MEDITAÇÃO - NÃO FALAR.

► 13:15 h – 4º TEMA – A CRUZ DE SÃO JOSÉ – Gleydson José da Silva.

► 13:45 h – 5º TEMA – SÃO JOSÉ NA HISTÓRIA DA SALVAÇÃO – Liane & Márcia.

► 14:30 h – 6º TEMA – SÃO JOSÉ E O FIM DOS TEMPOS – Alexandre José Servat

► 15:00 h – ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO;

                     Aclamações de Adoração;

                     ORAÇÕES DA ANISTIA;

                     15 ORAÇÕES DE SANTA BRÍGIDA;

                     Cantos: "Só no silêncio" - "T o c a Senhor"!

                     INTERCESSORES;

                     BÊNÇÃO FINAL.

► 16:15 h – AVALIAÇÃO.

► 17:00 h – ENCERRAMENTO.

 

 CONHECENDO SÃO JOSÉ

A Igreja Católica celebra no dia 19 de março, a Solenidade de São José, que há 150 anos foi proclamado, pelo Beato Pio IX, como Padroeiro universal da Igreja Católica.

Ao longo da história da Igreja, muitos Santos e Papas falaram sobre o importante papel de São José como esposo de Nossa Senhora e pai adotivo de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Do esposo de Maria sabemos somente aquilo que nos dizem os evangelistas Mateus e Lucas, mas é o que basta para colocar esse incomparável ‘homem justo’ na mais alta cátedra de santidade e de nossa devoção, logo abaixo da Mãe de Jesus.

Venerado desde os primeiros séculos no Oriente, seu culto se difundiu no Ocidente somente no século IX, mas num crescendo não igual ao de outros santos. Em 1621, Gregório XV declarou de preceito a festa litúrgica deste dia; Pio IX elegeu são José padroeiro da Igreja, e os papas sucessivos o enriqueceram de outros títulos, instituindo uma segunda comemoração no dia 1º de maio, ligada a seu modesto e nobre ofício de artesão.

O privilégio de ser pai adotivo do Messias constitui o título mais alto concedido a um homem. O extraordinário evento da Anunciação e da divina maternidade de Maria – da qual foi advertido pelo anjo depois da sofrida decisão de repudiar a esposa – coloca são José sob uma luz de simpatia humana, em razão do papel de devoto defensor da incolumidade da Virgem Mãe, mistério prenunciado pelos profetas, mas acima da inteligência humana.

Resolvido o angustiante dilema, JOSÉ NÃO SE QUESTIONA. Cumpre as prescrições da lei: dirige-se a Belém para o recenseamento, assiste Maria no parto, acolhe os pastores e os reis Magos, conduz a salvo Maria e o Menino para subtraí-lo do sanguinário Herodes, depois volta à quietude da casinha de Nazaré, partilhando alegrias e dores comuns a todos os pais de família que deviam ganhar o pão com o suor de sua fronte. Nós o revemos na ansiosa procura de Jesus, que ele conduz ao templo por ter cumprido os 12 anos de idade.

O Evangelho se despede dele com uma imagem rica de significado, que coloca mais de um tema para nossa reflexão: Jesus, o filho de Deus, o Messias esperado, obedece a ele e a Maria, crescendo em sabedoria, idade e graça. “Também José subiu da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à Cidade de Davi, chamada Belém, porque era da casa e família de Davi, para se alistar com a sua esposa Maria, que estava grávida”. (Lc 2, 4-5)

PAPA BENTO XVI: “O exemplo de São José é para todos nós um forte convite a desempenhar com fidelidade, simplicidade e humildade a tarefa que a Providência nos destinou. Penso antes de tudo, nos pais e nas mães de família, e rezo para que saibam sempre apreciar a beleza de uma vida simples e laboriosa, cultivando com solicitude o relacionamento conjugal e cumprindo com entusiasmo a grande e difícil missão educativa” (Ângelus de 19 de março de 2006).

PAPA SÃO JOÃO PAULO II: “Aos olhos dos habitantes de Belém, de Nazaré e de Jerusalém o Pai de Jesus é José. E o Carpinteiro de Nazaré sabe que, de alguma forma, é mesmo assim. Sabe isso, porque acredita na paternidade de Deus e é consciente de ter sido chamado em certa medida a partilhá-la (cf. Ef 3, 14-15). E hoje a Igreja, ao venerar São José, elogia a sua fé e a total obediência à vontade divina” (Homilia de 19 de março de 1998). “São José, assim como cuidou com amor de Maria e se dedicou com empenho jubiloso à educação de Jesus Cristo, assim também guarda e protege o seu Corpo místico, a Igreja, da qual a Virgem Santíssima é figura e modelo”.

PAPA LEÃO XIII: “Ele (São José) entre todos, impõe-se pela sua sublime dignidade, dado que, por disposição divina, foi guardião e, na opinião dos homens, pai do Filho de Deus. Daí se seguia, portanto, que o Verbo de Deus fosse submisso a José, lhe obedecesse e lhe prestasse aquela honra e aquela reverência, que os filhos devem aos próprios pais”.

SÃO BERNARDO: São José foi «o servo fiel e prudente» (Mt 24,45), pois Deus destinou-o a ser o apoio de sua Mãe, o sustento da sua carne e o auxiliar do seu desígnio de salvação”. “Deus permitiu-lhe (a São José) ver e ouvir o que tantos reis e profetas, apesar dos seus desejos, não puderam ver nem ouvir (Mt 13,17); melhor ainda, fez com que ele O educasse, O beijasse, O alimentasse e O protegesse”. Podemos duvidar de que São José foi um homem muito santo e muito digno de confiança, uma vez que seria o esposo da Mãe do Senhor?

 

SÃO JOSÉ, PAI E SENHOR

Textos de São Josemaria para falar com Deus de José

SÃO JOSÉ, PAI DE CRISTO, É TAMBÉM TEU PAI E TEU SENHOR!

RECORRE A ELE

NOSSO PAI E SENHOR SÃO JOSÉ É MESTRE DA VIDA INTERIOR!

 

Coloca-te sob o seu patrocínio e sentirás a eficácia do seu poder. De São José diz Santa Teresa, no livro da sua vida: “Quem não achar mestre que lhe ensine a orar, tome este glorioso Santo por mestre, e não errará no caminho”.

O conselho vem de uma alma experimentada. Segue-o. Pede à tua Mãe, Maria, a São José, ao teu Anjo da Guarda..., pede-lhes que falem com o Senhor, dizendo-Lhe aquilo que, pela tua rudeza, não sabes expressar. São José: não se pode amar a Jesus e a Maria sem amar o Santo Patriarca.

Olha quantos motivos para venerar São José e para aprender da sua vida: foi um varão forte na fé; levou adiante a sua família - Jesus e Maria - com o seu trabalho esforçado; velou pela pureza da Virgem, que era a sua Esposa; e respeitou - amou! - a liberdade de Deus, que fez a escolha, não só da Virgem como Mãe, mas também dele como Esposo de Santa Maria.

São José, nosso Pai e Senhor, castíssimo, limpíssimo, tu que mereceste trazer Jesus Menino em teus braços, e lavá-Lo e abraçá-Lo: ensina-nos a tratar o nosso Deus, a ser limpos, dignos de ser outros Cristos. E ajuda-nos a fazer e a ensinar, como Cristo, os caminhos divinos - ocultos e luminosos - dizendo aos homens que podem ter continuamente, na terra, uma eficácia espiritual extraordinária.

Tens de amar muito São José, amá-lo com toda a tua alma, porque é a pessoa que, com Jesus, mais amou Santa Maria e quem mais privou com Deus: quem mais O amou, depois da nossa Mãe. Ele merece o teu carinho, e a ti convém-te buscar o seu convívio, porque é Mestre de vida interior e pode muito diante do Senhor e diante da Mãe de Deus.

Se fraquejarmos, acudiremos ao amor de Santa Maria, Mestra de oração; e a São José, nosso Pai e Senhor, a quem tanto veneramos, que foi quem neste mundo mais conviveu com a Mãe de Deus e - depois de Santa Maria - com o seu Filho Divino. E eles apresentarão a nossa fraqueza a Jesus, para que a converta em fortaleza.

A Igreja inteira reconhece em São José o seu protetor e padroeiro. Ao longo dos séculos, tem-se falado dele sublinhando diversos aspectos da sua vida, continuamente fiel à missão que Deus lhe confiou. Por isso, desde há muitos anos, agrada-me invocá-lo com este título muito íntimo: Nosso Pai e Senhor.

São José é realmente Pai e Senhor: protege e acompanha no caminho terreno aqueles que o veneram, como protegeu e acompanhou Jesus enquanto crescia e se tornava homem. Quando se procura ganhar intimidade com ele, descobre-se que o Santo Patriarca é, além disso, Mestre de vida interior, porque nos ensina a conhecer Jesus, a conviver com Ele, a tomar consciência de que fazemos parte da família de Deus.

E São José nos dá esses ensinamentos sendo, como foi, um homem comum, um pai de família, um trabalhador que ganhava a vida com o esforço de suas mãos. E este aspecto reveste-se também de um significado que é para nós motivo de reflexão e de alegria.

 

A DEVOÇÃO A SÃO JOSÉ E

À NOSSA SENHORA DO BOM PARTO

ÂNGELUS EM HONRA DE SÃO JOSÉ

✝ Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém!

D - O Anjo do Senhor apareceu em sonho a José!

R - Para que não abandonasse Maria!

Ave José, homem justo, a sabedoria esta convosco, bendito sois vós entre todos os homens, e bendito é Jesus, o fruto de Maria vossa fiel Esposa. São José, digno Pai e Protetor de Jesus Cristo, rogai por nós pecadores e obtende-nos de Deus a Divina Sabedoria, agora e na hora de nossa morte. Amém!

D - José, filho de Davi, não temas receber Maria por tua esposa!

R - Porque o que Dela vai nascer, é fruto do Espírito Santo!

Ave José....

D - Ela dará à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus!

R - Porque Ele salvará o seu povo de seus pecados!

Ave José...

D - Rogai por nós, glorioso Patriarca São José!

R - Para que sejamos dignos das promessas de Cristo!

OREMOS: Sustentados pelo patrocínio do Esposo de Vossa Santíssima Mãe, vos rogamos, Senhor, pela vossa misericórdia, que os nossos corações possam desprezar todas as coisas terrenas e amar-vos, Verdadeiro Deus, com um amor perfeito. Vós que viveis e reinais pelos séculos dos séculos. Amém!

Glória ao Pai! (3x)

 

QUAL IMAGEM DA MÃE PARA A CAPELA SÃO JOSÉ

"Mãezinha, queremos te homenagear nesta nova Capela dedicada ao teu amado José e queremos muito a tua aprovação". Obrigado Mãezinha!

Amadíssimo Filhinho João, Para a Capela São José, gostaria que Me representasses com a Imagem de Nossa Senhora do Bom Parto; Com este título sou a "Cuidadora" das Mães Gestantes e Promotora das Vocações Sacerdotais. José cuidou tanto de Mim, naqueles momentos! Amém? Eu te abençoo, Maria, Mãe do Universo

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO BOM PARTO Doce Virgem Maria, cujo coração foi por Deus preparado para morada do Verbo feito carne, pelas inefáveis alegrias da expectação de Vosso Santíssimo parto ensinai-nos as disposições perfeitas de uma íntegra pureza no corpo e na alma, de uma humildade profunda no espírito e no coração, de um ardente e sincero desejo de união com Deus, para que o meigo fruto de Vossas benditas entranhas venha a nascer misericordiosamente em nossos corações, a eles trazendo a abundância dos dons divinos para redenção dos nossos pecados, santificação de nossa vida e obtenção de nossa coroa no Paraíso, em Vossa companhia. Assim seja! Amém!

 

MÍDIAS SOCIAIS e SUA PROGRESSÃO

Site: www.cidadaosdoinfinito.com - Visitantes último mês: 535.286 - 540.424

YouTube – ÚLTIMO MÊS: Inscritos: 950 - 975 - Vídeos: 370 - 423 – Visualizações: 46.270 - 49.564

Facebook – Cidadãos do Infinito;

                   São José – Pai e protetor;

                   Milícia de São Miguel Arcanjo;

                   Eucaristia o Sol da Igreja.

WhatsApp – Cidadãos do Infinito;

                    Comunidade Vida e Oração;

                    Adoração & Intercessão;

                    Milícia de São Miguel;

                    Com. Apostólica São Paulo;

                    Intercessores de São Miguel.

 

TÓPICOS

COMUNIDADE DE VIDA E ORAÇÃO CIDADÃOS DO INFINITO - CNPJ em registro CAPELA SÃO JOSÉ - Inauguração com um Tríduo de 15 a 17 de Outubro 2021

 

 



Conhecendo São José (17º Retiro da Milícia de São Miguel - João Calos Rech)

O coração do Pai (17º Retiro da Milícia de São Miguel Arcanjo - Ruy Kaercher)

A grande missão de São José (17º Retiro da Milícia de São Miguel Arcanjo - Ana Schwrerz)

A cruz de São José (17º Retiro da Milícia de São Miguel - Gleydson Maria)

São José na História da Salvação (17º Retiro da Milícia de São Migue - Liane e Márcia)

São José e o Final dos Tempos (17º Retiro da Milícia de São Miguel - Alexandre Servat)


Artigo Visto: 98



Total Visitas Únicas: 549.816
Visitas Únicas Hoje: 73
Usuários Online: 31