COMUNIDADES DE VIDA E ORAÇÃO - Vigiai, porque não sabeis a hora em que virá o Senhor (Mateus 24,42)
Documento sem título
 




 
 
04/01/2012
A CEGA CONFIANÇA EM DEUS
Vamos partilhar?
 

 

Nos últimos dias  meu pensamento era de que deveria escrever sobre a PARTILHA, tão logo pudesse. Ela será de fato muito necessária proximamente, e precisamos preparar nossos corações desde já.

Porém, depois de ler a cartinha abaixo todos entenderão! E isso prova de que Deus partilha também seu Espírito fazendo com que outros façam o alerta por mim. Fantástico é servir a este Deus, e pobre, e infeliz é quem não o faz. Nem Nele confia!       

         

A paz de Jesus

Li o seu artigo,sobre a campanha da fraternidade,onde você afirma que a pobreza extrema é a “pobreza de Deus”, a falta de Deus na vida das pessoas. Falta de fé, de confiança Nele.

Concordo;  pois é Jesus quem diz que o Pai alimenta até as aves do céu, quanto mais a nós, que somos seus filhos!  

Mas precisamos orar para que os nossos irmãos “miseráveis” encontrem Deus; para que eles tenham a graça que nós tivemos de conhecer Deus, de convivermos com Ele e que tenhamos a oportunidade de evangelizá-los.

Pois vamos precisar de muita fé, quando as profecias, sobre escassez de alimento e água, e outras, começarem a se cumprir.

Vamos precisar de muita fé para confiar que o Deus que alimentou o povo de Israel no deserto, que fez jorrar água da rocha, que multiplicou pães e peixes e outros milagres é o mesmo Deus que,hoje, caminha conosco.

Não precisamos ter medo de nada. Mas precisamos estar, mais do que nunca, unidos a Ele: Confissão, Comunhão, Missa, oração, evangelização, atos de caridade, partilha, etc.....


                         Vou dar alguns testemunhos de como Deus não desampara aos que n'Ele confiam: Há quase 30 anos atrás, meu marido separou-se de mim, deixando-me 3 crianças e uma mesada muito pequena.
                         Pensei muito, pedi direção a  Deus,tomei a decisão:larguei o magistério, faltando apenas 6 anos para me aposentar.Fui trabalhar com vendas,para fazer frente ás despesas de criança na escola,alimentação,dentista,roupas etc...A decisão foi acertada.Mas houve época em que as vendas caiam.
                        Foi numa dessas épocas em que o dinheiro ficou escasso,que eu pude experimentar a maior presença de Deus em minha vida.Ás vezes o dinheiro era tão pouco que eu comprava o café da manhã,deixava as  crianças na escola, e ia trabalhar para comprar o almoço;eu sempre vendia alguma coisa; Deus nunca me deixou voltar para casa sem alimento para as crianças.
                      Certo dia, eu estava fazendo o almoço para mim e meus filhos,com os últimos mantimentos que havia em casa.Era o suficiente para eles e eu nos alimentarmos bem ,mas sem sobrar.Chegou uma amiga ,com 2 crianças,disse-me que não tinha o que comer na casa dela e foi almoçar comigo.O alimento que era para 4 pessoas, agora era para 7. Fiquei contente com a presença dela e por poder servi-la.    Fiz a seguinte oração:
“Jesus quando o Senhor esteve no mundo, fez muitos milagres. Aumente este alimento agora; que seja o suficiente para nos satisfazer, pois o Senhor é o mesmo Deus vivo ressuscitado e está aqui agora. Obrigada Jesus. Eu te amo. Amém”.    Ao terminar esta oração chegou outra pessoa com 2 netos, que também não tinha o que comer em casa.  A comida que era para 4, agora era para 10.  Ela olhou para as panelas, olhou para mim,olhou para a visita e disse:
                    Tetê: -eu vou-me embora.
                    Luzia: -não!Vamos almoçar primeiro.
                    Tetê :-(baixinho no meu ouvido)O teu almoço não dá nem pra ti.
                    Luzia : -Dá sim.Jesus já multiplicou.

Eu esperava que Deus fosse aumentar a comida nas panelas. Mas não foi assim. Ele multiplicou foi na partilha.  Todos os 10 ficamos satisfeitos; quem quis repetiu o prato e ainda sobrou para mais uma pessoa ,se tivesse chegado(observação:as 7 crianças,eram todas grandes, comiam como adulto)Obrigada meu Deus! Amém!


                      
  Outro testemunho:
                      
                 Neste mesmo período, eu estava,um dia, com dinheiro para comprar mantimentos para minha casa que dava para      u-m-a   s-e-m-a-n-a.
                 Antes de ir ao supermercado,fui visitar uma avó,que criava 4 netos.
Ela foi á casa da vizinha,pedir um pouco de café e açúcar, para fazer para mim.
Quando ela saiu, eu olhei as latas de mantimentos dela.Não tinha um grão de nada.
Ela estava passando fome ,com as crianças. Separei o dinheiro dos 2 ônibus e o restante
comprei todo de mantimentos para ela.  Pensei:”na minha casa tem alimento para hoje.
Amanhã é outro dia e pertence a Deus.”A cada dia basta o seu cuidado” (Mt 6,34)
Desci do primeiro ônibus, no centro da cidade.  Antes de pegar o outro para casa ,resolvi
visitar os funcionários de uma repartição,onde eu já havia trabalhado,com vendas,e não
trabalhava mais.Ao adentrar à repartição,a secretária me disse:-“que bom que você veio.
Tem um cheque pra você”.Não me lembro de quanto foi o cheque. Mas deu para comprar mantimentos para um    m-ê-s   i-n-t-e-i-r-o.    Obrigada meu Deus!..

 
                     

                       Mais um testemunho.
 
                       Um certo dia,eu tinha algumas moedas e fui comprar um pouco de carne moída para fazer o almoço.Não lembro quanto...Se 100 gramas...200...não me lembro.
Em casa eu tinha : um pouco de arroz, um pouco de macarrão e 3 chuchus(1 grande e 2 pequenos)
Encontrei-me com uma amiga,que me disse:
                        Nenê : -Eu,hoje,não tenho nada ,em minha casa, para comer com meu filho.
Só tenho, óleo,alho e sal.
                        Luzia: -Vamos lá em casa . Eu tenho um pouco. Divido com você. Como o arroz era pouco e o macarrão também,achei melhor dar o macarrão todo e fiquei com o arroz ;dei o chuchu grande,fiquei com os 2 pequenos;dei um pouquinho da carne moída, para temperar a sopa.

 


                         ESSA FOI A ÚLTIMA VEZ QUE TIVE CARÊNCIA DE ALIMENTO EM MINHA CASA.   A PARTIR  DAQUELE DIA... NUNCA MAIS...  NUNCA MAIS
FALTOU ALIMENTO, COM ABUNDÂNCIA, EM MINHA CASA. Ás vezes falta dinheiro, mas alimento, não falta.       OBRIGADA!!!...OBRIGADA!!!...OBRIGADA!!!...
MEU DEUS!!!.....
                 Aprendi uma lição:   a matemática de Deus é diferente da matemática humana.
                 Para Deus ...REPARTIR significa MULTIPLICAR.
                 Nestes tempos atuais,precisamos, mais do que nunca, pedir a Deus,que aumente em nós:


         FÈ
              CONFIANÇA
                                     CARIDADE.     

 

         Amém!
 
        Assinado:   “Amada de Deus”.


 
PS: Vemos ainda muitas pessoas pensando em armazenar comida para os tempos de escassez. Bem, penso que estes ficarão sem nada! Os dias que chegam são de confiança no Altíssimo. Quem não confiar Nele, ou quem agir com avareza e usura não partilhando, morrerá de fome e sede. E isso começa desde já, o desemprego explode, a falência das empresas e dos governos é iminente. Não confiem no homem, os dados do governo mentem. Mas temos, penso eu, ainda um ano e pouco para exercitar esta partilha de Filhos e Filhas do Deus Altíssimo. 

 


 
 
 

Artigo Visto: 1016 - Impresso: 33 - Enviado: 16
Ajude a manter a nossa obra de evangelização e o nosso site no ar, faça uma doação.

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão deste que sempre sejam citados a fonte www.cidadaosdoinfinito.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 142 - Total Visitas Únicas: 311859 - Usuários online: 25